Google+ Badge

sexta-feira, 14 de março de 2014

Carnaval de Sabará é destaque na RMBH

O carnaval 2014, promovido pela Prefeitura de Sabará, atraiu, segundo dados da Seção de Planejamento da Polícia Militar, aproximadamente 70.200 foliões nos cinco dias de alegria.

No total, foram cerca de 65.000 pessoas no Circuito Histórico e Largo do Barão, mais um número aproximado de 5.200 foliões que pularam o carnaval nas regionais. A folia este ano contou com novidades como trios elétricos, camarotes, transmissão ao vivo e um novo sistema de câmeras de monitoramento, para dar maior segurança aos turistas e moradores.

Mais uma vez, o prefeito Diógenes Fantini fez a alegria dos carnavalescos disparando o jato de água na multidão com o tradicional chuveirão. “Essa atração foi criada por mim, na década de 1980 e é um dos momentos mais esperados do nosso carnaval, pois refresca os foliões e faz sucesso entre a meninada”, explica o prefeito que também se misturou aos foliões e aproveitou o chuveirão para amenizar o calor.

Além do chuveirão, marca do Carnaval de Sabará há mais de 20 anos, o prefeito também criou outra atração que, desde o carnaval passado faz a festa da garotada. “Todos os dias disparamos jatos de espuma feita com um produto que não arde os olhos nem causa problemas para a saúde, apenas diverte a criançada”.

Pessoas de todas as idades lotaram as ruas em blocos de família ou em turma. “Sou de fortaleza e é a primeira vez que venho com amigos e estou achando o máximo”, disse a cearense Cristina Aguilar. Já Jéssika A. de Sousa, que estava com uma turma formou o bloco das havaianas "Sou daqui e não perco o carnaval de Sabará por nada nesse mundo, ainda mais que é só família e temos toda segurança”.

Os tradicionais blocos caricatos desfilavam com fantasias e motivos diversos. Além de personagens famosos, como o ministro Joaquim Barbosa, apareceu de tudo: super heróis, melindrosas, homens vestidos de mulher, o bandeirante Borba Gato, o ogro Shrek, a banda the Beatles, Alice no País das Maravilhas e sua turma, bruxas, palhaços e muitas figuras divertidas nos blocos caricatos Sapatão, Piranhas do Morro, Ranchão, Gatinhas/Dureza, Banho, Uzomidoido, Unidos do Zorocarmo, Sol Nascente, Paraíso dos Moralistas, Tapa na Peteca, Clube dos XV e Afro 13 de Maio.

O secretário municipal de Cultura, Kiko Vieira, falou sobre o resultado da folia. “O carnaval 2014 teve aprovação quase que total da população. Quem foi gostou da estrutura montada tanto no Largo do Barão quanto no circuito histórico, no centro da cidade”. Kiko também comentou sobre imprevistos como chuva e atrasos. “Quanto aos atrasos, nós vamos apurar tecnicamente o que houve. No sábado, durante o desfile das escolas de samba, por exemplo, houve um atraso de mais ou menos duas horas por causa da chuva na parte da tarde. Muitas crianças iriam sair no Mirins do Samba e as mães ficaram sem saber se mandariam essas crianças ou não por causa da chuva, isso atrasou tudo. E tivemos problemas técnicos com a parte do som, no carro de apoio que atende as escolas de samba. Isso provocou, na saída das escolas, um atraso de 20-30 minutos. Por isso nós temos que avaliar com cuidado para não punir injustamente as escolas por causa destes problemas. Mas as escolas de samba que não desfilaram, que saíram com número mínimo inferior ao previsto no TAC (Termo de Ajuste de Conduta) 130, as que estouraram horário para sair, isso tudo vai ser punido conforme está no TAC”.

O retorno do Liberais do Samba foi elogiado pelo secretário. “Eu achei positivo porque tem um lado social de formação das crianças como músicos. Eu também tive quando criança uma fase desta, não no Liberais do Samba. Nós tivemos um bloco que criamos, chamava-se Boca de Ouro. Eram crianças também que saíam tocando em cima do caminhão. Saíamos na parte da tarde, por volta de 15-16h e tocávamos até 18-19h. Hoje eu sou músico, muito, por causa desta formação”.

Carnaval com Saúde

A saúde dos foliões recebeu atenção especial durante a festa. Além do atendimento no Centro Histórico e regional Ana Lúcia, feito pela empresa contratada DCB (Distribuidora Cirúrgica Brasileira), a Secretaria de Saúde de Sabará montou quatro pontos de apoio nas regionais Roça Grande, Fátima, General Carneiro e Ravena. A DCB atendeu, na Praça Melo Viana, Largo do Barão e Praça dos Coqueiros, 123 ocorrências médicas, 92 atendimentos de enfermagem e 41 remoções para a UPA. Nas regionais, foram realizados oito atendimentos durante todo o período de festa. Segundo informações da Secretaria de Saúde, o suporte dado às vítimas ocorreu em perfeita ordem e o saldo da qualidade dos atendimentos foi positivo. Outra meta da Saúde foi o combate às doenças sexualmente transmissíveis. O SAE (Serviço de Atendimento Especializado) distribuiu em Sabará, no período de carnaval, 71.712 preservativos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua mensagem sobre está matéria.