Google+ Badge

terça-feira, 21 de maio de 2013

17º Festival de Ora Pro Nobis atrai mais de 15 mil pessoas

Com grande repercussão na imprensa, estadual e nacional, a Prefeitura de Sabará encerrou, no último domingo, o 17º Festival de Ora Pro Nobis que, durante três dias, reuniu, às margens da Estrada Real, no distrito de Pompeu, um público flutuante de aproximadamente 15 mil visitantes que experimentaram as diversas delícias feitas com a planta. Além das mais variadas iguarias feitas com a folha de Ora Pro Nobis, os visitantes também apreciaram e tiveram acesso 17º Festival de Ora Pro Nobis aos produtos feitos com a jabuticaba, peças do artesanato local, souvenires e orientações turísticas. Durante o evento foram realizados shows de musica pop, sertaneja e um desfile que escolheu a Miss Mirim de Pompéu. Moradores e turistas também participaram, sábado, dia 18, da primeira caminhada ecológica Pompéu/Pedra Rachada, com saída da Igreja de Santo Antônio. Este ano, o festival foi realizado em um espaço maior e mais estruturado, área de aproximadamente 7 mil metros quadrados cercada de mata nativa, para abrigar os expositores e receber os visitantes com mais conforto e segurança. Todos os cozinheiros e garçons foram treinados para manusear os alimentos O prefeito Diógenes Fantini, que também saboreou o prato “costelinha de porco com Ora Pro Nobis” participou da abertura do Festival e deu boas vindas aos visitantes. A produtora de multimídia, Bruna, de Belo Horizonte considerou o evento bem organizado e destacou a disposição das barracas. ”Muito bacana a separação de ambientes, vários caixas agilizando o atendimento, segurança excelente. Fiquei sabendo do festival pelo site da Prefeitura e vou indicar aos amigos, inclusive divulguei no facebook na página Eu Curto Minas, e voltaria no próximo ano com certeza”. Para Caroline Julia, sabarense, técnica em Segurança do Trabalho, a estrutura estava perfeita. “Voltaria no ano que vem” O taxista Jair Clemente, também de Sabará, disse que participa todos os anos, mas que este ano o local estava mais bem estruturado. “Participo todos os anos do festival e achei uma maravilha o lugar do evento, nota nove, ótima organização e estrutura do local, muito bem sinalizado, uma boa segurança”, disse o taxista observando que “só acho que precisava molhar a rua mais vezes, pois a poeira em excesso pode prejudicar o evento”. Rogério, Servidor Público, de Belo Horizonte participou do festival pela primeira vez. “Muito bem organizado, não conhecia e estou gostando, só acho que o local é fora de mão para quem não conhece Sabará. Eu não conhecia o Ora pro Nobis, não sabia que era uma hortaliça, muito bom. Fiquei sabendo do festival pela Internet e tive a curiosidade de conhecer”. Brenda Oliveira, secretaria, sabarense disse que gostou da estrutura, “mais achei que ficou muito fora de mão, muito distante, de carro voltaria com certeza, mais de ônibus é muito longe. Adriano Silva, vigilante, sabarense também achou ótima a mudança do local. “A estrutura esta muito boa, eu voltaria sim no próximo ano, participo todo ano do festival. “Está muito bem sinalizado, a mudança do local foi ótima, fiquei sabendo pela internet e pelos jornais”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua mensagem sobre está matéria.