Google+ Badge

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

RICARDINHO INFORMA

CRUZ VERMELHA DE BH ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROGRAMA AÇÃO JOVEM

Estará aberta as inscrições nesta terça-feira (9), o Programa Ação Jovem, da Cruz Vermelha Brasileira – Filial Minas Gerais (CVB-MG). São adolescentes, com idades entre 15 anos e 16 anos e três meses, dispostos a transformar a sua própria história e, algumas vezes, as de suas famílias, com o programa de formação humana e profissional oferecido há 36 anos pela instituição no estado. A CVB-MG estima que até sexta-feira (12), último dia de inscrições, mais de 2 mil adolescentes terão se inscrito. Aproximadamente 500 deverão ser chamados para o curso do Ação Jovem, com possibilidade de depois ingressarem no mercado de trabalho em uma das empresas e instituições conveniadas à CVB-MG.

PRÉ-REQUISITOS

As inscrições estão acontecendo no Teatro Marília (Avenida Alfredo Balena, 586 centro), nos períodos de 8:30h às 11:30h e de 13h às 16h. Na fila que foi criada desde cedo em frente ao teatro, jovens acompanhados de seus familiares conferiam os últimos detalhes e documentos para garantir a sua inscrição. Para participar do Ação Jovem, os candidatos precisam ter nascido entre novembro de 1993 e fevereiro de 1995, além de estarem cursando, pelo menos, o último ano do ensino fundamental. São necessários documento de identidade, CPF, carteira de trabalho e uma declaração escolar recente (do ano de 2010).

Para quem veio com tudo preparado, o processo foi simples: preencher a ficha de inscrição do programa com dados sócio-econômicos e familiares. As informações serão avaliadas pela assistência social da Cruz Vermelha e os pré-selecionados serão chamados para uma entrevista. Após a avaliação psicológica, os selecionados serão chamados para iniciar o curso.

CONFIANÇA E EXPECTATIVA

Esta é a expectativa de Washington Silva, 15 anos, estudante e morador do bairro São Lucas, em Belo Horizonte. Tímido, porém confiante na oportunidade, ele diz que não é o primeiro na família a procurar o programa “Tenho cinco irmãos e uma irmã que já se inscreveu hano passado me avisou, para eu participar. Tirei a carteira de trabalho mês passado, já pensando em vir aqui.”, revela. A renda da família vem da mãe, que é faxineira, e dos irmãos mais velhos. Washington sonha em ter seu primeiro emprego para comprar suas coisas e também ajudar um pouco em casa: “Vai ser bom aprender a ter responsabilidades”, diz.
A adolescente Letícia Oliveira, também de 15 anos, espera entrar para o curso para aprender coisas novas, além de ter a chance de atuar em uma das empresas conveniadas. Moradora do bairro Tirol, ela sabe, no entanto, da responsabilidade que pode vir a ter em breve, dentro de casa: “Moro só eu e minha mãe, que perdeu o emprego há dois meses. Estamos vivendo do seguro-desemprego dela. Sei que é importante ajudar agora, mas meu sonho é estudar bastante e me formar em enfermagem”, revela a jovem vaidosa, fã de axé, funk e hi hop que sonha um dia trabalhar como socorrista do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Emergência).
JOVENS NO BRASIL E EM BH

Um estudo do IPEA (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas) diz que o Brasil poderá ter 51 milhões de jovens com idades entre 15 e 29 anos em 2010. Esta seria a maior população jovem da história do país. Em Belo Horizonte, a Coordenadoria da Juventude da Prefeitura municipal estima que existam cerca de 450 mil belo-horizontinos com idades entre 14 e 24 anos, ou seja, um em cada cinco habitantes da cidade.

Segundo a coordenadora do Centro de Apoio ao Adolescente da CVB-MG Regina Mourão, essa parcela da população merece grande atenção por parte da instituição: “Em cada país ou região, a Cruz Vermelha encontra a situação de vulnerabilidade das comunidades apresentada de diferentes formas. Aqui em Minas Gerais, identificamos que o atendimento à juventude e o desenvolvimento do protagonismo juvenil estão em nossas prioridades. Felizmente, cada vez mais empresas e instituições cientes de sua responsabilidade social estão endossando a nossa proposta”, afirma.
Atualmente, o Ação Jovem acompanha 534 adolescentes que trabalham em 19 instituições conveniadas como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Além da qualificação profissional, o curso do programa Ação Jovem inclui formação nos princípios humanitários da Cruz Vermelha, disciplinas de inclusão digital, promoção da saúde, noções de cidadania e orientação afetivo sexual. Alguns jovens também se tornam, mais tarde, voluntários da instituição.
SERVIÇO

Inscrições do Programa Ação Jovem 2010
Data: De 9 a 12 de fevereiro (terça a sexta)
Horário: 8:30h às 11:30h e 13h às 16h
Local: Teatro Marília (Av Alfredo Balena, 586, região hospitalar)
Quem pode participar: Jovens de ambos os sexos com idades entre 15 anos e 16 anos e três meses (nascidos entre novembro/1993 e fevereiro/1995)
Documentos Necessários: Carteira de identidade, Carteira de trabalho, CPF e declaração escolar original e recente (do ano de 2010).
Informações: (31) 3239.4200 ou www.cvbmg.org.br

Voçê pode se informar no Gabinete do Vereador Ricardinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua mensagem sobre está matéria.