Google+ Badge

terça-feira, 13 de maio de 2014

Workshop sobre urbanismo reúne especialistas em Sabará


A Prefeitura de Sabará, com o apoio do projeto “Árvores para Viver”, realizou o 1º Workshop de Urbanismo da cidade com a presença do renomado arquiteto venezuelano Fruto Vivas e do professor Luiz Mário Queiroz Lima, doutor em Engenharia Hidráulica e Saneamento. O workshop aconteceu nesta segunda-feira, 12 de maio, no Teatro Municipal de Sabará e atraiu estudantes de arquitetura, engenharia, autoridades locais, imprensa e pessoas interessadas em soluções arquitetônicas ecossustentáveis.

O prefeito Diógenes Fantini abriu o workshop com críticas à falta de planejamento na expansão da cidade de Sabará e ausência de iniciativas para conter o crescimento desordenado. “Não houve um planejamento adequado, podemos notar que essas mudanças são muitas vezes silenciosas. As pessoas que pensam e podem fazer alguma coisa não percebem. Vocês estão vendo aí, a Prefeitura, nos últimos anos, doou terrenos que não eram dela, tombou terrenos para preservar o entorno da cidade e deixou que invadissem tudo”. O prefeito apresentou soluções para conter os problemas urbanos. “Nós temos alguns projetos e ideias que serão trabalhadas, a exemplo da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, da UPA de Sabará, projetada pelo professor Luiz Mário, com jardins filtrantes”, concluiu.

Em seguida, o professor Luiz Mário Queiroz Lima, doutor em Engenharia Hidráulica e Saneamento, mostrou alternativas ecológicas para o tratamento de esgoto. “Nós vamos apresentar aqui uma tecnologia muito simples que já apliquei aqui e em oito países, sendo sendo aceita no mundo todo. São jardins filtrantes para tratamento de efluentes”. De acordo com o professor, a solução mostrada não apresenta odor e o esgoto é todo tratado debaixo do solo. “Na parte de cima do sistema é aplicada uma camada vegetal (jardins) onde não se percebe que o local é uma unidade de tratamento”. Segundo ele, outra vantagem é a ausência de máquinas e de manutenção.

O arquiteto venezuelano, Fruto Vivas, abriu sua apresentação com uma adaptação de um pensamento de Oscar Niemeyer. “De curvas são feitas as montanhas e rios de meu país. De curvas é feito o universo, e de curvas é feita a mulher que amo”. Logo após a homenagem à Niemeyer, com quem Fruto Vivas conviveu de perto, foi apresentada uma sequência de fotos de monumentos, casas curiosas, obras famosas e grandiosas, desde a torre Eiffel, passando pelas pirâmides do Egito, até uma casa de João-de-barro, e casas construídas em cima de árvores. Também apresentou seus projetos inspirados na natureza, e explicou com detalhes as propostas de cada obra. De acordo com o arquiteto, o futuro está em criar espaços verdes sustentáveis dentro das grandes metrópoles, como árvores frutíferas plantadas nas estruturas dos prédios, por exemplo. Após ser aplaudido pelo público do teatro municipal, Vivas terminou a apresentação com a frase “Quem tenta o absurdo, conquista o impossível”.

Fotos: Nivaldo Luiz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua mensagem sobre está matéria.