Google+ Badge

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Dia da Luta Antimanicomial é celebrado em Sabará


Portadores de necessidades especiais, familiares, autoridades municipais, a equipe da Saúde Mental de Sabará e transeuntes que passavam pela Praça Santa Rita na manhã desta sexta-feira, 16 de maio, participaram das comemorações do Dia da Luta Antimanicomial. Comemorado no dia 18 de maio, a data foi antecipada em Sabará, devido às celebrações em Belo Horizonte. O movimento antimanicomial tem origem na Reforma Sanitária Brasileira do qual se originou o Sistema Único de Saúde (SUS).

O coreto da Praça Santas Rita foi enfeitado com balões coloridos e trabalhos feitos por portadores de necessidades especiais. Em seguida, todos deram as mãos e formaram uma ciranda em volta do coreto. Quem estava na praça foi convidado a fazer parte da dinâmica de integração. No som mecânico montado no local, usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), cantaram músicas brasileiras.

Acompanhados por representantes do legislativo e da secretária de Saúde Roselí Oliveira, os participantes do Dia da Luta Antimanicomial caminharam até a porta da Prefeitura de Sabará, onde foram recebidos pelo prefeito Diógenes Fantini.

A coordenadora da Saúde Mental de Sabará, Ana Maria, usou um questionamento para falar sobre a data. “Se não tem mais manicômio, por que a gente está fazendo esse movimento da luta antimanicomial? É justamente para não retroceder, nunca mais voltar essa época de manicômio, onde os pacientes ficavam presos e sofriam torturas”, explica. — com Vereador Maurilio Barbosa, Terezinha van Stralen, Júlia Miranda e Conceição Arruda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua mensagem sobre está matéria.