Google+ Badge

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

COMUNIDADES




Lideranças se unem contra descaso


O Vereador Ricardinho juntamente com os líderes comunitário Carlos Roberto Ferreira (Carlinhos Rodolfo)   Eliseu Gonçalves das Graças reuniram-se nesta terça-feira 24, na Avenida Amália no bairro alvorada, para discutir os problemas causados pelo tráfego de caminhões de lixo, que passam pela região sentido aterro sanitário. As principais demandas apresentadas foram com relação à infra-estrutura das ruas, trânsito , meio ambiente e o perigo que estes caminhões estão causando aos moradores.

Tráfego intenso dos Caminhões de Lixo 

Solicitaram também o recapeamento de ruas , melhorias no sistema de saneamento básico, limpeza de vias e passeios e respostas das empresas responsáveis pelo trafego dos caminhões de lixo. Ricardinho se colocou a disposição para ajudar a encaminhar as demandas, o vereador avaliou pessoalmente cada problema apresentados, alguns pedidos já foram encaminhados às secretarias e algumas ações já foram tomadas de imediato pelo vereador, "Se for necessário, vamos entrar com uma ação no Ministério Público" afirma o Vereador Ricardinho. A Secretaria municipal de Meio Ambiente, e secretaria de transito e transporte, não compareceram. A empresa VIASOLO  responsável pela coleta de resíduos sólidos domiciliares, coleta e tratamento de resíduos de serviços de saúde, a implantação e operação de aterros sanitários, usinas de triagem e compostagem, também não compareceu. O responsável pelo aterro sanitário Macaúbas em Sabará, justificou-se por não comparecer.

Av. Amalia - Alvorada / Sabará 


Av. Amalia - Alvorada / Sabará




As principais demandas apresentadas foram com relação à infra-estrutura das ruas, trânsito , meio ambiente e o perigo que estes caminhões estão causando aos moradores.

Um comentário:

  1. É uma vergonha o descaso com o povo sabarense mesmo..
    Todo mundo enxerga mais poucos tem coragem de reclamar e lutar por seus direitos..
    grande abraço
    Vinicius

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua mensagem sobre está matéria.